• Farmacologia Informa

Perspectivas no enfrentamento da COVID-19

Profª Drª Denise Pires de Carvalho, Reitora da UFRJ

Em época de pandemia por um novo vírus, as atividades de pesquisa na área biomédica são fundamentais para o futuro da sociedade. Sabemos ainda muito pouco sobre a doença causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), que parece ser sindrômica, com vários órgãos e sistemas afetados. Não sabemos se a imunidade é permanente ou se há possibilidade de persistência viral. Portanto, o desenvolvimento de vacinas efetivas ou a descoberta de novos medicamentos são necessários para nos trazer tranquilidade e retorno à vida cotidiana normal, o que não é possível sem que alguns preceitos da pesquisa clínica sejam observados. O exercício da medicina baseada em evidências depende de estudos complexos, porém necessários. Não se pode concluir sobre o uso de medicamentos sem que haja evidências sólidas sobre a sua eficácia, o que se alcança principalmente com estudos de coorte e desenhos contendo ensaios duplo cego. Os estudos observacionais são importantes, porém têm baixo nível de evidência científica devido a falta dos controles adequados. Concluindo, nesta doença na qual grande parte dos indivíduos infectados evolui bem e sequer precisa de cuidados médicos, para determinarmos a efetividade de determinada medicação nas fases mais precoces da doença é necessário um número elevado de pacientes. Muito trabalho pela frente, mas as instituições públicas de pesquisa, como a UFRJ, estão preparadas para desenvolver todos esses estudos e ajudar a sociedade. Até o presente, a única atitude que realmente nos protege é o isolamento social e o uso de máscaras. Cuidem-se, fiquem em casa.

61 visualizações
 

Para uma melhor experiencia, sugerimos abrir o site no computador.     Se detectar algum erro nos links, por favor nos contacte. 

  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram

siga nas redes sociais

ufrj.jpg
WhatsApp Image 2020-05-26 at 20.47.53.jp
campus_UFRJ_macae_Aloisio_Teixeira.png

Visitas