• Farmacologia Informa

O que sabemos sobre a promessa do Ministro Marcos Pontes para tratamento da COVID-19?

Atualizado: Mai 21

Grupo Farmacologia Informa


A aposta do Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, na nitazoxanida para o tratamento da COVID-19 é baseada em um recente trabalho que mostrou que esta substância tem uma potente atividade antiviral in vitro contra o coronavírus 2 da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV-2), causador da COVID-19 (1).

A literatura mostra que a nitazoxanida apresenta uma atividade antiviral in vitro de amplo espectro, sendo capaz de inibir a replicação de várias cepas de influenza, parainfluenza, diferentes cepas de coronavírus, entre outros vírus (2). Com base nestas atividades, já foram realizados estudos clínicos para avaliar a eficácia da nitazoxanida no tratamento de infecções respiratórias por influenza.

Em relação aos estudos clínicos para avaliar a eficácia da nitazoxanida no tratamento da COVID-19, há cinco estudos clínicos registrados na plataforma clinicaltrials.gov, incluindo o estudo que será realizado no Brasil (NCT04343248). Somente um destes cinco estudos já foi iniciado.

Atualmente, o fármaco nitazoxanida é aprovado pela ANVISA para o tratamento de gastrointerites virais causadas por rotavírus e norovírus, de diferentes helmintíases, da amebíase e da giardíase. A entrevista do Ministro Marcos Pontes resultou em uma corrida para compra da nitazoxanida, muito conhecida pelo nome comercial Annita®. Em virtude disso, a ANVISA incluiu a nitazoxanida na lista de substâncias controladas (RDC 372/2020), com venda somente com retenção de receita.

Ressalta-se que apesar de muitas substâncias apresentarem atividade in vitro contra o SARS-CoV-2, os estudos clínicos são indispensáveis para avaliar a eficácia e a segurança do uso destas substâncias para o tratamento da COVID-19 (3). De acordo com a Organização Mundial da Saúde, até a presente data, não há evidência de que algum medicamento possa prevenir ou curar a COVID-19 (4).

1. Wang M, Cao R, Zhang L, Yang X, Liu J, Xu M, et al. Remdesivir and chloroquine effectively inhibit the recently emerged novel coronavirus (2019-nCoV) in vitro. Cell Res. 2020 Mar 4;30(3):269–71.

2. Rossignol J-F. Nitazoxanide, a new drug candidate for the treatment of Middle East respiratory syndrome coronavirus. J Infect Public Health. 2016 May;9(3):227–30.

3. Kalil AC. Treating COVID-19—Off-Label Drug Use, Compassionate Use, and Randomized Clinical Trials During Pandemics. JAMA. 2020 Mar 24;

4. WHO. Coronavirus Disease (COVID-19) Pandemic [Internet]. 2020 [cited 2020 Apr 21]. Available from: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019


234 visualizações
 

Para uma melhor experiencia, sugerimos abrir o site no computador.     Se detectar algum erro nos links, por favor nos contacte. 

  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram

siga nas redes sociais

ufrj.jpg
WhatsApp Image 2020-05-26 at 20.47.53.jp
campus_UFRJ_macae_Aloisio_Teixeira.png

Visitas